USO DA PLATAFORMA BIM NA INSPEÇÃO PREDIAL

AUTORA:  AMANDA SANTOS GOMES COSTA

2020 IFS – Instituto Federal de Sergipe

SANTOS, Maria Rita dos. Manual de uso, operação e manutenção de edificações em estruturas metálicas. 95 páginas. Monografia (Bacharelado em Engenharia Civil) – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe – Campus Aracaju. 2020.

O manual de uso, operação e manutenção de uma edificação é de suma importância para garantir o pleno desempenho e durabilidade da estrutura durante a vida útil de projeto, se seguidas todas as orientações e recomendações prescritas. Devido ao aumento da utilização das estruturas metálicas na construção civil se faz necessário o estudo e desenvolvimento de ferramentas que auxiliam na preservação da estrutura e prevenção de patologias, sobretudo a corrosão, principal patologia que acomete o metal. Com o intuito de subsidiar projetistas, construtores e empresas especializadas na gestão de manutenção e promover a cultura da manutenção, este trabalho tem como objetivo a criação de um manual de uso, operação e manutenção de edificações em estruturas metálicas, baseando-se na ABNT NBR 5674:2012 e ABNT NBR 14037:2014. Através de estudos e pesquisas desenvolvidas foi possível a criação deste manual, além de desenvolver um passo a passo com as principais atividades para realizar a inspeção e, consequentemente, a manutenção das estruturas metálicas.


Palavras-chave: Manual. Estrutura metálica. Manutenção. Patologia. Corrosão.

MANUAL DE USO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DE EDIFICAÇÕES EM ESTRUTURAS METÁLICAS

AUTORA: MARIA RITA DOS SANTOS

2020 IFS – Instituto Federal de Sergipe

RESUMO

COSTA, Amanda Santos Gomes. Inspeção Predial com Auxílio da Plataforma BIM. 61
folhas. Monografia (Bacharelado em Engenharia Civil) – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe – Campus Aracaju. 2020.


A inspeção predial é uma ferramenta indispensável na realização de vistorias para verificar o estado de conservação da edificação e subsidiar a gestão da manutenção.

O objetivo deste trabalho é avaliar o potencial de contribuição do uso da ferramenta BIM na melhoria da confiabilidade das inspeções prediais através de estudo de caso com e sem a ferramenta. Para alcançar o objetivo proposto, foi aplicado em um modelo 3D de projeto arquitetônico no Revit®, através do BIM 360 Glue®. O projeto foi exportado para o BIM 360 Field®, conforme inserido no processo de criação via formulário tridimensional o preenchimento de lista de verificação para cada manifestação patológica também foi realizado, e uma inspeção utilizando metodologia tradicional. O uso da ferramenta BIM na gestão da manutenção pode promover aumento da produtividade, acervo técnico completo e passível de acesso em qualquer época demandada, face armazenamento racional na nuvem, além dos modelos 3D disponibilizados para treinamentos e compreensão para o uso do
cliente.

Palavras-chave: Inspeção Predial. Ferramenta BIM. Gestão da Manutenção. Manifestação Patológica.

INFLUÊNCIA DE ADIÇÕES DE GRAFITE, ÓXIDO DE GRAFITE E GRAFITE-LIKE EM ARGAMASSAS DE CIMENTO PORTLAND

CATEGORIA: TESE

AUTORA: MICHELLA GRAZIELA SANTOS MENDONÇA

DATA: 2019 – UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE – PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E ENGENHARIA DE MATERIAIS (P2CEM)

INFLUÊNCIA DE ADIÇÕES DE GRAFITE, ÓXIDO DE GRAFITE E GRAFITE-LIKE EM ARGAMASSAS DE CIMENTO PORTLAND: DURABILIDADE, PROPRIEDADES MECÂNICAS E RESISTIVIDADE ELÉTRICA

A incorporação de nanotubos de carbono, grafenos e óxidos de grafenos em matrizes de cimento têm sido extensivamente estudada devido à capacidade desses materiais de adicionar propriedades condutoras e simultaneamente desempenharem função de reforço. No entanto, o alto custo desses materiais para aplicações em larga escala desencadeou recentemente a busca por materiais de baixo custo com propriedades semelhantes. Nesse contexto, o primeiro estudo desta tese investigou as propriedades de resistividade elétrica, de resistência mecânica e de durabilidade para argamassas com adições de grafite, óxido de grafite e grafite-like, como materiais alternativos de baixo custo. Os resultados mostraram que a adição de grafite apresentou comprometimento progressivo da resistência à compressão e exibiu variação não significativa na resistência à flexão. Por outro lado, a adição de óxido de grafite não comprometeu a resistência à compressão e exibiu ganhos na resistência à flexão. A resistividade elétrica das argamassas foi encontrada na seguinte ordem crescente: grafite-like, grafite e óxido de grafite. Em outro contexto, o uso da fibra de carbono nos últimos anos tem aumentado substancialmente, com isso obtém-se maior volume de resíduos de fibras de carbono resultante das perdas. Nesse seguimento, o segundo estudo desta tese investigou o uso de resíduos de fibras de carbono em argamassas de cimento e pó de coco, bem como o efeito da moagem no processo de produção. As propriedades físicas, mecânicas e de durabilidade foram avaliadas. A utilização do processo de moagem resultou em ganhos de 87% na resistência à compressão. A adição das fibras de carbono resultou em ganhos de até 192% na resistência à flexão. Os resultados de durabilidade exibiram estabilidade na propriedade mecânica de flexão ao longo do tempo para as argamassas com fibras de carbono.

TESE COMPLETA:

https://www.dropbox.com/s/hsgi8tiestelq9j/MICHELLA_GRAZIELA_SANTOS_MENDONCA%20ASEC.pdf?dl=0

RESUMO TÉCNICO COGNITIVO Nº2 DA DISCIPLINA PATOLOGIAS DAS CONSTRUÇÕES/IFS – DURABILIDADE DAS ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO

RT 02 RESUMO TÉCNICO COGNITIVO NÚMERO 2 DA DISCIPLINA PATOLOGIAS DAS CONSTRUÇÕES
PROF. CARLOS HENRIQUE DE CARVALHO

BOLETIM TÉCNICO DA DISCIPLINA PATOLOGIAS DAS CONSTRUÇÕES – DICAS PARA RECUPERAÇÕES DE COMPONENTES ESTRUTURAIS DE CONCRETO ARMADO

BOLETIM TÉCNICO DE DICAS DA DISCIPLINA PATOLOGIAS DAS CONSTRUÇÕES
PROF. CARLOS HENRIQUE DE CARVALHORT 02 RESUMO TÉCNICO COGNITIVO NÚMERO 2 DA DISCIPLINA PATOLOGIAS DAS CONSTRUÇÕES