INFLUÊNCIA DE ADIÇÕES DE GRAFITE, ÓXIDO DE GRAFITE E GRAFITE-LIKE EM ARGAMASSAS DE CIMENTO PORTLAND

CATEGORIA: TESE

AUTORA: MICHELLA GRAZIELA SANTOS MENDONÇA

DATA: 2019 – UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE – PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E ENGENHARIA DE MATERIAIS (P2CEM)

INFLUÊNCIA DE ADIÇÕES DE GRAFITE, ÓXIDO DE GRAFITE E GRAFITE-LIKE EM ARGAMASSAS DE CIMENTO PORTLAND: DURABILIDADE, PROPRIEDADES MECÂNICAS E RESISTIVIDADE ELÉTRICA

A incorporação de nanotubos de carbono, grafenos e óxidos de grafenos em matrizes de cimento têm sido extensivamente estudada devido à capacidade desses materiais de adicionar propriedades condutoras e simultaneamente desempenharem função de reforço. No entanto, o alto custo desses materiais para aplicações em larga escala desencadeou recentemente a busca por materiais de baixo custo com propriedades semelhantes. Nesse contexto, o primeiro estudo desta tese investigou as propriedades de resistividade elétrica, de resistência mecânica e de durabilidade para argamassas com adições de grafite, óxido de grafite e grafite-like, como materiais alternativos de baixo custo. Os resultados mostraram que a adição de grafite apresentou comprometimento progressivo da resistência à compressão e exibiu variação não significativa na resistência à flexão. Por outro lado, a adição de óxido de grafite não comprometeu a resistência à compressão e exibiu ganhos na resistência à flexão. A resistividade elétrica das argamassas foi encontrada na seguinte ordem crescente: grafite-like, grafite e óxido de grafite. Em outro contexto, o uso da fibra de carbono nos últimos anos tem aumentado substancialmente, com isso obtém-se maior volume de resíduos de fibras de carbono resultante das perdas. Nesse seguimento, o segundo estudo desta tese investigou o uso de resíduos de fibras de carbono em argamassas de cimento e pó de coco, bem como o efeito da moagem no processo de produção. As propriedades físicas, mecânicas e de durabilidade foram avaliadas. A utilização do processo de moagem resultou em ganhos de 87% na resistência à compressão. A adição das fibras de carbono resultou em ganhos de até 192% na resistência à flexão. Os resultados de durabilidade exibiram estabilidade na propriedade mecânica de flexão ao longo do tempo para as argamassas com fibras de carbono.

TESE COMPLETA:

https://www.dropbox.com/s/hsgi8tiestelq9j/MICHELLA_GRAZIELA_SANTOS_MENDONCA%20ASEC.pdf?dl=0

Dissertação de Mestrado da UNISINOS – Universidade do Vale do Rio dos Sinos – 2011 sobre o Comparativo entre a o Código Técnico das Edificações na Espanha e a nossa NBR 15.575/2008

COMPARATIVO ENTRE OS PROCESSOS DE IMPLANTAÇÃO DO CÓDIGO TÉCNICO DAS EDIFICAÇÕES NA ESPANHA E A NBR 15575 2008 NO BRASIL

Investigação da relação entre os parâmetros de projeto das estruturas de concreto armado visando à Durabilidade

Com o advento da NBR 15575/2013 da ABNT conhecida como Norma de Desempenho, tornou-se imperioso que os projetistas incorporem na sua concepção dos projetos estruturais parâmetros técnicos para que os requisito Vida Útil de Projeto exigido pelo instrumento normativo do mínimo de 50 anos às superestruturas e de 75 anos aos concretos enterrados seja alcançado em pleno desempenho. Essa Dissertação apresenta resultados de investigações da relação de alguns desses parâmetros. Foi defendida pela aluna Fernanda Pacheco da Pós-Graduação em Engenharia Civil da Universidade do Vale do Rio dos Sinos – UNISINOS – em abril/2016.DISSERTAÇÃO INVESTIGAÇÃO DA RELAÇÃO ENTRE OS PARAMETROS DE PROJETO DAS ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO VISANDO À DURABILIDADE