ANÁLISE DA EFICIÊNCIA DE MÉTODOS DE PREVENÇÃO DA CORROSÃO EM ARMADURAS DE CONCRETOS

Construir estruturas de concreto armado duráveis contra agressões da corrosão é
uma tarefa desafiadora que permeia desde o início da sua aplicação em grande
escala. Com o surgimento de normativas, consumidores mais cientes dos seus
direitos legais, aumento do valor agregado dos imóveis e a busca por prevenir a
corrosão pelos construtores, viabilizou a pesquisa e produção de produtos e
sistemas que tem melhor desempenho na resistência a estas agressões. O trabalho
visou analisar os métodos de prevenção disponíveis no mercado sergipano e testar
sua eficiência em ensaio de corrosão acelerada por imersão modificada,
monitorando através do equipamento de ensaio não destrutivo, Rate Meter
Corrosion Gecor 8 da GEOCISA.ANÁLISE DA EFICIÊNCIA DE MÉTODOS NA PREVENÇÃO DA CORROSÃO EM ARMADURAS DE CONCRETOS

USO DA PLATAFORMA BIM NA GESTÃO DA MANUTENÇÃO DE CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS

USO DA PLATAFORMA BIM NA GESTÃO DA MANUTENÇÃO DE CONDOMÍNIOS RESIDENCIAISUSO DA PLATAFORMA BIM NA GESTÃO DA MANUTENÇÃO DE CONDOMÍNIOS RESIDENCIAISReconhecido como um sistema integrado, a plataforma BIM (Building Information Modeling) possui a capacidade de criar e compartilhar as informações de um empreendimento facilitando assim nos diferentes estágios da vida de uma construção. Este processo permeia desde a sua concepção ao decorrer da sua fase de preservação. O estudo teve como objetivo demonstrar a utilização de dispositivo mobile BIM no auxílio da manutenção de condomínios residenciais e para que este propósito fosse realizado focou-se em uma demonstração das potencialidades desta plataforma através da utilização de ferramentas de modelagem 3D, extração de planilhas em Excel através do processo de exportação COBie e, por fim, a utilização do aplicativo A360. Desta forma, os resultados mostraram que a partir da utilização da plataforma BIM foi possível extrair benefícios como uma melhoria na forma de visualização das informações do empreendimento por meio do modelo construído, obtenção de planilhas com dados relevantes ao processo de manutenção e um ganho referente ao processo da manutenção corretiva com a utilização do aplicativo mobile da Autodesk.

ANÁLISE QUANTITATIVA E QUALITATIVA DOS PROBLEMAS ENCONTRADOS NO PROCESSO DE VISTORIA EM UNIDADES HABITACIONAIS EM UMA CONSTRUTORA DE SERGIPE

Com o mercado da construção civil cada dia mais concorrido, e a população mais instruída dos seus direitos, aumentaram as exigências nos cumprimentos dos requisitos das normas que regulamentam a construção civil, ficando cada vez mais difícil atender às expectativas de todos os clientes. As construtoras têm se desdobrado cada dia mais para satisfazer as necessidades dos clientes, buscando certificações e proporcionando produtos de qualidade para fidelizar os mesmos. As vistorias requerem a elaboração de procedimentos específicos e mão de obra qualificada, para reduzir o número de problemas que vem sendo encontrados em todos os processos de vistoria nas edificações. Nesse sentido, o objetivo geral desse trabalho é descrever o processo de entrega de unidades habitacionais de uma construtora, identificando ocorrências relacionadas na vistoria do técnico, na vistoria do cliente e no pós-entrega da obra (assistência técnica) localizada na cidade de Aracaju/SE. A metodologia adotada baseou-se inicialmente em uma pesquisa bibliográfica a fim de buscar na literatura as informações necessárias e nas tabulações de dados obtidos da construtora, com a finalidade de realizar estudos qualitativos e quantitativos nos processos de vistoria e assistência técnica que ocorre em seus empreendimentos habitacionais, conforme os requisitos normativos encontrados nas normas brasileiras. Os resultados obtidos detectaram uma série de problemas construtivos relacionados a deficiências no processo construtivo da edificação.

APLICAÇÃO DA REALIDADE AUMENTADA NO CANTEIRO DE OBRAS VISANDO O AUXÍLIO À REFORMA DE CÔMODOS DE RESIDÊNCIA UNIFAMILIAR

O setor da construção civil, se comparado com os demais, é o que apresenta maior atraso com relação ao uso da tecnologia, principalmente nos processos de execução, e o resultado disso é refletido na baixa produtividade e o grande desperdício de materiais. A Realidade Aumentada (RA) possui grande potencial de utilização no campo da construção civil, principalmente se integrado com o Building Information Modeling (BIM). O presente trabalho teve o objetivo de avaliar os benefícios do uso da realidade aumentada em detrimento das plantas baixas e isométrico. Para isto, foi realizada uma análise dos métodos de rastreamento de RA, listando suas principais vantagens e desvantagens. Foi possível investigar metodologias de exportação de modelos BIM produzidos no Revit para o Unity. Analisou-se um método para exibir o modelo virtual em escala real. Também foi realizado o desenvolvimento de um protótipo de aplicativo em RA capaz de exibir um modelo BIM em escala real, sendo demonstrado como auxiliar na reforma de um banheiro de residência unifamiliar. Analisando o tempo de execução da tarefa proposta, utilizando-se o protótipo, constatou-se que os estudantes que utilizaram a RA gastaram cerca de 49,19% do tempo gasto pelos estudantes que utilizaram as informações em 2D para a execução da atividade proposta (aprovação ou não de uma reforma). Através da aplicação de questionários, observou-se que os alunos que utilizaram a RA demonstraram maior facilidade de interpretação dos dados e maior motivação para a conclusão da tarefa, possibilitando assim a diminuição do tempo de execução, número de erros e evitando retrabalhos.

USO DA PLATAFORMA BIM NA GESTÃO DA MANUTENÇÃO DE CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS

Reconhecido como um sistema integrado, a plataforma BIM (Building Information Modeling) possui a capacidade de criar e compartilhar as informações de um empreendimento facilitando assim nos diferentes estágios da vida de uma construção. Este processo permeia desde a sua concepção ao decorrer da sua fase de preservação. O estudo teve como objetivo demonstrar a utilização de dispositivo mobile BIM no auxílio da manutenção de condomínios residenciais e para que este propósito fosse realizado focou-se em uma demonstração das potencialidades desta plataforma através da utilização de ferramentas de modelagem 3D, extração de planilhas em Excel através do processo de exportação COBie e, por fim, a utilização do aplicativo A360. Desta forma, os resultados mostraram que a partir da utilização da plataforma BIM foi possível extrair benefícios como uma melhoria na forma de visualização das informações do empreendimento por meio do modelo construído, obtenção de planilhas com dados relevantes ao processo de manutenção e um ganho referente ao processo da manutenção corretiva com a utilização do aplicativo mobile da Autodesk.

MÉTODO SIMPLIFICADO DE AVALIAÇÃO PRELIMINAR EM ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO SOB CORROSÃO COM USO DE SOFTWARE

Aplicativo muito prático e necessário à atividade pericial de Avaliação Preliminar de Estruturas de Concreto Armado sob estado de corrosão, visando-se uma tomada de decisão mais segura  e econômica. Trata-se do software EVALUACIÓN DE ESTRUCTURAS DE CONCRETO POR CORROSIÓN – EECC  desenvolvido na Espanha por Gustavo Rojas Moya e equipe, com o objetivo de avaliar o grau de corrosão instalado e o nível de intervenção necessária na estrutura para resgatar sua vida útil.

A autora dessa Monografia (2017) do IFS (Instituto Federal de Sergipe  detalha minuciosamente  o uso desse aplicativo além de apresentar um estudo de caso. Monografia de Rafaela Menezes de Oliveira IFS Instituto Federal de Sergipe 2017

Análise da viabilidade do uso de ensaios não destrutivos no monitoramento da durabilidade de concreto comercializado em Aracaju – SE.

No processo de verificação da qualidade de produção e propriedades do concreto armado que influenciam na durabilidade de uma estrutura, o ensaio comumente realizado é o de compressão axial em corpos de prova, conforme prescrições da ABNT NBR 5739:2007. Porém, apenas a verificação laboratorial de corpos de prova moldados em condições ideais, não reflete a realidade do canteiro de obra. A possibilidade de monitorar suas propriedades mecânicas recorrendo a ensaios não destrutivos (ENDs) facultaria a vantagem adicional dessas análises sem danos às estruturas. A portabilidade dos equipamentos nas medições in situ facilitaria sobremaneira esse monitoramento contínuo do controle de qualidade, além de abranger outros setores de verificação que não apenas a resistência à compressão. Com esse objetivo, procedeu-se um estudo de caso utilizando-se ensaios de carbonatação, ultrassonografia, resistividade elétrica, esclerometria e, com o auxílio do Software OriginPro 8.0 e da expressão matemática do coeficiente de Pearson, analisou-se a existência de correlação aceitável estatisticamente entre número expressivo de valores medidos dentre todos os resultados dos ENDs, com o ensaio de compressão axial. Foi realizado também o ensaio de potencial de corrosão em corpos de prova de concreto armado para exemplificar seu funcionamento. Ficou evidente a viabilidade dos ENDs, além do ensaio de compressão axial, também nos canteiros de obras, para o monitoramento contínuo do desempenho estrutural, característica imperiosa durante sua vida útil.

TCC – Emanuella de Araújo Carvalho

Uso do aplicativo WUFI Pro 6.1 na avaliação higrotérmica de fachadas

O desempenho higrotérmico do sistema de vedação vertical externa (fachadas das edificações) engloba-se nos requisitos da NBR 15575:2013. Os agentes climáticos estão entre os agentes preponderantes na degradação desses sistemas propiciando o surgimento de manifestações patológicas e, consequentemente, a redução do desempenho requisitado. Este trabalho tem como objetivo apresentar e viabilizar a operacionalidade de uma ferramenta computacional de simulação higrotérmica, o WUFI Pro 6.1, com o foco de quantificar os agentes climáticos e avaliar o comportamento higrotérmico de fachadas. A partir dos resultados, foi possível mensurar e comparar o desempenho higrotérmico de fachadas com os dois sistemas de revestimentos, bem como correlacionar seu comportamento com a influência das variáveis climáticas de Aracaju/SE. Concluiu-se que o uso do WUFI Pro 6.1 é perfeitamente factível nos estudos de degradações de fachadas, inclusive subsidiando projetistas durante a seleção de materiais e na elaboração de manuais de manutenção.

TCC – Luanda J. Muniz Passos

Medição da concentração de cloreto na atmosfera urbana de Aracaju/SE

O ataque de cloreto a estruturas de concreto armado, tem sido foco de muitas pesquisas, pois diante das diretrizes normativas, garantir a durabilidade de uma edificação é primordial, frente a obrigação civil. Com o intuito de subsidiar os projetistas, este trabalho tem o objetivo de determinar e avaliar as concentrações de cloreto, em alguns pontos, da atmosfera urbana de Aracaju/SE. Para quantificar o teor de cloreto utilizou-se a cromatografia iônica e o método de Mohr. A partir dos resultados observou-se a influência da concentração de cloreto a distância em relação ao mar, altitude, parâmetros climáticos e presença de obstáculos verticais. Através desses resultados, foi analisada a perspectiva de vida útil dos pontos de coleta de acordo com os parâmetros (fator a/c e cobrimento) da norma vigente, e conclui-se que essa é ineficiente a agressividade que o cloreto impõe as estruturas de concreto armado em zona de atmosfera marinha.

 

TCC 2 – ANA LARISSA CRUZ PRATA (Mapeamento de cloretos em Aracaju/SE)

Mapemaneto de cloretos em Salvador/BA

As estruturas de concreto armado, quando inseridas em zonas de atmosfera marinha, sofrem com processos corrosivos que afetam sua durabilidade, causados, em grande parte das vezes, pelos íons cloretos. Um dos principais parâmetros analisados na concepção dos projetos estruturais a fim de minimizar estes processos é a definição da classe de agressividade ambiental, estipulada a partir dos parâmetros da NBR 6118 (ABNT, 2014). Há, no entanto, dificuldades por parte dos projetistas em se definir a extensão dos ambientes agressivos em zonas costeiras, motivo pelo qual diversos estudos foram realizados com o intuito de se estudar as taxas de deposição de cloretos e sua relação com a distância ao mar nestas regiões, como é o caso do estudo de Marcílio Vilasboas (2013). Com o propósito de facilitar a identificação das classes de agressividade ambiental encontradas nos bairros da cidade de Salvador – Bahia, este trabalho realizou a incorporação de duas novas variáveis (altura e existência de construções vizinhas) ao modelo utilizado por Vilasboas (2013) para calcular a taxa de deposição de cloretos na capital baiana, possibilitando a verificação da influência destas variáveis nos resultados e a atualização do mapa de agressividade ambiental de Salvador a partir de dados experimentais.

Leia o artigo completo